sábado, 31 de maio de 2014

O dia nascendo...

Eu me concedo o privilégio de ver o dia nascer todas as manhãs. À Leste da nossa cidade, um tom mais claro começa surgir lentamente, enquanto todo o céu continua escuro, sombrio.
Além de toda energia renovadora que cada novo dia trás, toda uma simbologia acompanha esse, que é considerado um verdadeiro milagre da Natureza. Os animais, principalmente os pássaros, ainda são capazes de sentir essa verdadeira avalanche de energia que circunda o nosso planeta no despertar de cada nova aurora.
Essa é a principal razão por todo alvoroço matinal, onde eles cantam, comemoram mais um dia em suas vidas, embalados por uma vibração que nós humanos, infelizmente esquecemos de perceber.
Quando despertamos para um novo dia, após um período de sono, desligados do mundo material, toda uma nova perspectiva se abre junto a ele. Tudo se torna possível novamente, tudo!
E é sobre essa expectativa que conduzimos esse novo dia. Renovamos nossas esperanças, estamos mais fortes, descansados, com energia para resolver e encarar novos desafios.
Quando você tiver oportunidade, tente assistir esse espetáculo gratuito. Veja o dia nascer, sinta toda sua monstruosa energia e, comemore também por mais um dia em sua vida. Não há milagre maior do que ver, sentir e presenciar O dia nascendo...

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Relacionamento e a importância dessa consciência

Eu nunca imaginei que todo relacionamento que já tive, que tenho e que terei, possuísse um sentido tão especial de ser.
Em um Universo regido por Leis matematicamente exatas, nada, absolutamente nada existe por um simples acaso.
Várias linhas de estudos, principalmente orientais defendem que cada relacionamento que temos em nossas vidas, somente acontece porque temos que transmitir ou receber alguma mensagem importante para o nosso processo de continuidade e crescimento.
Assim, eu não encontro alguém por acaso. Eu não trabalho com determinadas pessoas apenas por circunstâncias puramente profissionais. Eu não conheço determinada pessoa apenas porquê coincidiu de nos encontrarmos em determinado lugar ao mesmo tempo.
Atrás, oculto em cada contato, em cada relacionamento, existe um sentido muito, muito maior do que podemos imaginar. Mesmo sem conseguir entender direito tudo isso, percebi que quando me proponho a esse entendimento, aceito esse fato e, passo a procurar um sentido em cada relacionamento, lentamente começo a encontra-lo e o mais importante, começo a aprender com eles.
Por que você não tenta o mesmo?
Sabe aquela pessoa que mais te incomoda? Aquela que você acredita estar no mundo com o único propósito de tirar a tua paz? Essa mesmo! Tente agora inverter o seu ângulo de visão e procurar o que o seu relacionamento com essa pessoa pode te trazer de benéfico, o quanto você pode crescer com esse relacionamento?
Se realmente você se permitir a esse entendimento, ficara surpreso e compreendera que todos, todos com quem nos relacionamos – realmente – tem uma mensagem muito, muito importante a nos dar. Não te custará nada tentar.

Relacionamento e a importância dessa consciência

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Aceitação – só a partir dela, as coisas começam a se resolver

Diante do acontecimento de um fato indesejado, que normalmente classificamos como “problema”, surge imediatamente a incompreensão, a rejeição, o desconforto. Lidamos com esses sentimentos por algum tempo, tentando digerir aquilo que não nos agrada.
Se, prestarmos a atenção nessas situações, vamos perceber que ela começa a se resolver à medida que vamos parando de brigar com o que aconteceu, e assim, diminuindo os sentimentos relacionados como por exemplo: a raiva, o constrangimento, a tristeza, a revolta...
Quando começamos a parar de brigar, aos poucos vai surgindo a “aceitação” de tudo aquilo que aconteceu e com ela, aos poucos, uma compreensão começa a emergir e muitas vezes até mesmo percebemos que aquilo, que há princípio era para nós um verdadeiro infortúnio, um desastre, era mesmo necessário para alguma coisa maior.
Eu sei! Quando estamos no meio do “furacão”, imediatamente após um fato que nos desagrada muito, aceita-lo de imediato é quase impossível. Mas, ter a consciência de que mais tarde, certamente teremos a compreensão de tudo o que estamos vivendo agora, pode e deve nos ajudar muito nesse sentido.
Por mais volta que ainda damos em todo nosso processo de aprendizado, voltamos ao mesmo ponto: se você acredita que tudo o que acontece é para o seu bem, se você acredita que a “Mãe Natureza” está constantemente trabalhando para o seu benefício, independentemente se você entende isso ou não, se você confiar, imediatamente todos os seus pseudos “problemas” desaparecerão com o que por encanto.
Aceitação – só a partir dela, as coisas começam a se resolver

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Ego – esse estranho conhecido

Muito já se falou sobre ele, mais ainda se ouviu falar, mas seu real entendimento parece mesmo transcender nossa compreensão. Infelizmente, devido às fortes influências que vivemos desde a infância, nos vemos quase que obrigados a seguir os padrões desse meio, até mesmo para que possamos nos sentir em harmonia com tudo e com todos.
Porém, na grande maioria das vezes, seguir esses padrões, nos obriga a cometer um dos maiores pecados com nós mesmos: suprimir, ocultar, a nossa verdadeira personalidade. Assim, por exemplo, deixamos de ser quem “verdadeiramente” somos, deixamos de viver a vida que a nossa mais profunda essência deseja, deixamos de querer as coisas que realmente queremos e com isso, passamos a viver em função dos outros, para mostrar aos outros.
Outro detalhe importante está relacionado com a energia. Todos nós, para nos sentirmos bem, precisamos estar carregados de energia. Assim, quanto menos a temos, quanto menos a sentimos, mais temos essa necessidade de atrair de captar energia. Uma das formas mais conhecidas e utilizadas para isso, é com a atenção que as pessoas nos dão. A necessidade de chamar a atenção daqueles que nos cercam está diretamente relacionada com a nossa falta de energia natural, onde tentamos substituí-la com essa atenção, a admiração, o foco que todos podem nos dar.
Mas todos sabem ou deveriam saber que esse tipo de energia além de não ser duradoura, termina nos arremetendo em um verdadeiro ciclo vicioso. Quanto mais nos utilizamos desse método, mais acreditamos ser o único capaz de nos suprir. Com essa triste perspectiva, nos atiramos cada vez mais nessa necessidade de continuar chamando a atenção dos familiares, parentes, vizinhos, amigos, colegas de trabalho e assim sucessivamente.
Inconscientes, deixamos cada vez mais de ser nós mesmos, acreditando que a nossa verdadeira personalidade não é assim... tão interessante, tão fascinante para nos trazer a atenção e com ela a energia que tanto precisamos.
Triste engano! Na verdade com esse comportamento, estamos criando um “falso eu”, um personagem imaginário que percorre um caminho falso, que não leva a lugar nenhum. E assim nasce o ego. Formado basicamente pelo meio social, impulsionado e fortalecido pela necessidade de energia nos levando cada vez mais e mais para uma grande mentira, uma falsa realidade.      

Mas, lá no fundo do nosso âmago, por menor que possa estar ainda existe uma chama de vida, da verdadeira vida, da nossa verdadeira essência, do seu “eu” verdadeiro clamando para ser ouvido, desejando viver a sua vida. Quando raramente ele desponta, não temos a necessidade de seguir as imposições do meio em que vivemos, não precisamos chamar a atenção dos outros para captar energia, porque nesse sublime momento estamos sendo nós mesmos sem o Ego – esse estranho conhecido. 

terça-feira, 27 de maio de 2014

Por que o meu avião não decola?

Ninguém é capaz de mudar a sua vida, se não começar por admitir a total, eu disse total responsabilidade por ela. Enquanto atribuirmos os nossos resultados às situações externas, ou seja, a terceiros, estaremos invariavelmente nos condenando a repetir os mesmos erros, os mesmos padrões negativos e assim sucessivamente.
Dentro dessa perspectiva, começo a entender o porquê o meu avião não decola.
Eu sei que é muito forte dizer isso, mas tenho que admitir: é totalmente insano, fazer sempre a mesma coisa e viver esperando conseguir um resultado diferente. Mas, infelizmente, na maioria das vezes é exatamente isso que faço, quase que o tempo todo.
Eu tenho que admitir: o ser humano, é uma criatura constituída de hábitos. Assim, na grande maioria das vezes, estamos sempre no “piloto automático” que dirige, conduz às nossas vidas de forma autônoma, completamente independente da nossa ofuscada consciência.
Esses hábitos, adquiridos ao longo de nossa existência, possuem um poder que se quer fazemos ideia e controlam todas as nossas ações, reações e consequentes pensamentos. Infelizmente, estou muito, mais muito longe mesmo de ser quem eu verdadeiramente sou, mais longe ainda de ser quem eu desejo ser.
Assim, tonar-se completamente impossível que eu mude a minha vida, que eu faça o “meu avião decolar” sem antes mudar os meus hábitos, sem antes mudar às minhas atitudes, sem antes mudar a forma como eu interajo com o meio onde vivo.
Até quando vou continuar assim?
Sei e assumo toda responsabilidade sobre a minha vida, sobre os meus resultados. Agora, só depende de mim mesmo. Continuar fazendo sempre as mesmas coisas, ou mudar minhas atitudes, a minha maneira de ser e pensar. Por mais uma vez, a escolha é só minha!
Assim eu posso entender o “Por que o meu avião não decola”.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Energia através da “apreciação”

Acredito que todos já tiveram a oportunidade de vivenciar uma situação muito comum quando em contato direto com a NATUREZA, mesmo preocupados, ansiosos ou sentindo-se incrivelmente mal, o contato com a NATUREZA parece que de certa forma nos traz uma melhora instantânea, significativa. Mas como e por que? Podemos aprimorar e intensificar esses efeitos?
Até algumas décadas atrás, o mundo não tinha uma explicação científica para esse agradável fenômeno. Foi com a criação de um segmento dentro da física, batizado de “FÍSICA QUANTICA” que o homem começou a compreender e comprovar esses efeitos com mais relevância.
Através de equipamentos e muita observação, pode se constatar que tudo aqui que conhecíamos como matéria, na verdade não passa de uma vibração de energia que pode ser deslocada, absorvida, alterada conforme a observamos.
No caso da NATUREZA sua quantidade de energia imensurável, pode e é absorvida por nós quando nos dispomos a “apreciá-la”. O ato de “apreciação”, está diretamente ligado ao AMOR. Conceber uma imagem, apreciá-la é abrir-se a ela. Assim, recebendo uma grande quantidade dessa energia, imediatamente nos sentimos bem.
Na verdade, essa captação de energia poderia ser muito bem feita em qualquer lugar, há qualquer momento caso estivéssemos mais habituados a essa prática. Tendenciosamente, quanto encontramos alguém, ou observamos algum lugar, nos prendemos de imediato aos pontos negativos, geralmente ao lado feio de tudo, lançando-nos imediatamente às críticas nesse sentido.
Tudo na NATUREZA, em nossas vidas, em qualquer lugar possui o seu lado bonito e que pode ser “apreciado”. Se aprendêssemos a fazer isso, constantemente, nossas baterias estariam sempre carregadas em seu limite máximo, nos proporcionando uma qualidade de vida inenarrável.
Começar pela observação da NATUREZA pode e deve nos ajudar e muito a desenvolver esse maravilhoso hábito da “apreciação”. Pois, evidentemente, é bem mais fácil começar com algo que nos proporcione uma avalanche de energia.
Diminuir as críticas, observar e apreciar o lado bom e bonito de tudo, realmente nos enche de energia positiva, o que certamente nos faz sentir melhor.
Energia através da apreciação.

domingo, 25 de maio de 2014

A consciência oriental – você não acha que vale tentar?

Há milênios, existe uma consciência oriental que acredita que nós, seres humanos, infelizmente não temos a REAL consciência de nossas vidas. Aqui que acreditamos ser a nossa realidade, na verdade é um conjunto de conceitos que acumulamos durante toda nossa existência. Influências dos pais, dos educadores, dos amigos e de pessoas que admiramos, terminam formando a nossa visão, a nossa percepção do que é a vida, do universo.
Tudo isso nos faz ver que dentro dessa filosofia, temos que admitir humildemente que infelizmente desconhecemos a verdadeira verdade de tudo. Essa mesma filosofia oriental defende que na NATUREZA, existe uma força invisível que tudo controla, inclusive às nossas vidas e que, o mais importante, essa NATUREZA trabalha permanentemente ao nosso favor, obedecendo nossos mais profundos desejos.
Se isso for verdade, por que então não temos facilmente tudo o que desejamos?
A resposta é simples: porque – infelizmente – no ímpeto dos nossos desejos, acabamos interferindo drasticamente nessa magnífica fonte de poder que poderia se assim permitíssemos realizar, como que por milagre todos os nossos sonhos.
Em outras palavras, depois de desejar alguma coisa, se não interferíssemos no processo natural, a NATUREZA poderia assim trabalhar livremente para nos ajudar, nos intuir ao caminho correto para a realização desse objetivo.
A maior prova que temos de tudo isso, consiste no fato de que, normalmente só conseguimos o que desejamos, depois de algum tempo de muita tentativa, quando literalmente desistimos. Nesse momento, inconscientemente liberamos a NATUREZA, paramos de criar obstáculos e assim, a mais pura filosofia oriental se faz presente.
Essa é a Lei do Tao, onde a nossa vida, poderia ser muito mais simples se permitíssemos que ela fosse.

A consciência oriental – você não acha que vale tentar?

sábado, 24 de maio de 2014

Hoje, agora é o momento mais importante da minha vida

Hoje, estou vivendo exatamente o resultado de tudo que pensei e fiz em toda minha vida. Se o que estou vivendo hoje me agrada ou não, é um detalhe que se deve antes de qualquer análise, ser aceito como consequência, como o cumprimento de uma lei universal: a Lei da Ação e Reação.
Porém, hoje, agora, tenho a real possibilidade de mudar o que não me satisfaz, de alterar os resultados não desejados, de reformular toda minha vida. Mas, caso eu decida ficar me lamentando, sofrendo, ou se para me sentir um pouco melhor eu me entregar a devaneios de como eu gostaria que a minha situação estivesse, sinceramente, vou continuar nesse ciclo vicioso sem sair do lugar.
Por mais repetitivo que eu possa ser só existe uma forma de mudar tudo isso: estando no “momento presente”. É somente nesse estado, é somente no “agora” que podemos efetivamente trabalhar para mudar alguma coisa em nossas vidas.
Pare de se lamentar pelo estado que você se encontra agora, deixe de ficar sonhando acordado com tudo que você gostaria estar vivendo nesse momento e, se entregue ao Poder do “agora”. Somente no “agora” existe a real oportunidade de se construir tudo o que desejamos.
Por isso:

Hoje, agora é o momento mais importante da minha vida.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Aconteça o que acontecer, eu estarei bem

Acredito mesmo que a coisa mais importante que devemos manter em nossa mente é de que qualquer coisa pode acontecer e, independentemente da nossa vontade, elas irão ou não acontecer. O que devemos fazer na verdade, é aceitar tudo, de bom grado, aconteça o que acontecer. 
O que verdadeiramente importa?
Se eu tiver momentos de paz, vou desfrutar da alegria e o prazer de estar vivendo em paz. Mas, se eu tiver guerra, vou vive-la e procurar aprender todos os seus ensinamentos com prazer e amor.
Se eu tiver reconhecimento, atenção, eu vou experimentar momentos de muita satisfação e prazer com o que faço. Mas, se eu tiver esquecimento, humilhação, vou permanecer atendo a todos esses fatos procurando sempre os seus ensinamentos para que eu possa saber onde estou errado e, o que devo fazer para continuar com o meu crescimento.
Se eu tiver realizações dos meus objetivos, vou comemorar por tantos e tantos anos de trabalhos dedicados e que resultaram nesse fim. Mas, se eu tiver decepções, vou vive-las intensamente e aproveitar o momento para procurar aprimorar não apenas o meu trabalho, mas também a forma como interajo com a minha vida e com o meu universo.
Se eu continuar empregado, vou me sentir bem, feliz, eu vou engordar as minhas reservas e com isso ter um futuro melhor. Mas, se eu perder o meu emprego, eu vou desfrutar de uma verdadeira avalanche de sentimentos, de conhecimentos e terei uma enorme oportunidade de mudar a minha vida para melhor...
Se eu estiver com saúde, vou desfrutar cada momento da vida sentindo o prazer de estar vivo e com saúde. Mas, se eu estiver doente, vou refletir sobre minha doença, sua origem e tudo que esse estado contribui para o meu aprendizado, entendendo perfeitamente que eu deveria sim passar por tudo isso para poder assimilar algo que não consegui até agora.
O que desejo dizer com tudo isso posto acima, é que tudo, tudo mesmo que possa acontecer será bem-vindo. Eu abraçarei qualquer coisa que se ponha no meu caminho, agora e para sempre. Somente assim poderei chegar definitivamente aos meus verdadeiros objetivos.

Aconteça o que acontecer, eu sempre estarei bem.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Hoje Eu Acordei Triste

Uma vez um “Amigo” me disse que a tristeza somente existe por três únicos motivos:
1 – Excesso de passado.
2 – Excesso de futuro.
3 – Um pouco de passado e um pouco de futuro.
Nessas três possibilidades, uma única certeza se sobrepõe:
— Não estamos no “MOMENTO PRESENTE”.
Quando você vive lembrando muito de tudo o que já passou, ou quando você se projeta aos devaneios e preocupações do futuro, deixa de viver o presente, o único lugar onde a verdadeira vida, a verdadeira felicidade podem existir.
Quando estamos no “MOMENTO PRESENTE”, nada, absolutamente nada pode nos atingir. Todo medo, toda culpa, todo receio, toda preocupação, somente passam a existir quando deixamos o nosso “aqui” e o “agora” e nos lançamos no tempo, seja ele “passado” ou “futuro”.
Eu sei que é difícil permanecer por um tempo maior no “momento presente”. Todas as situações que nos cercam parecem trabalhar para nos tirar desse sublime e mágico momento. Mas, se você insistir, perceberá que, cada vez que se coloca no "agora”, uma paz e tranquilidade passa a reinar soberana sobre nós, e, é justamente esse estado divino que nos prepara invariavelmente para um futuro melhor, em todos os sentidos.

Viva o “AGORA” e você não terá problemas.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Você já pensou nisso?

Você sabia que todo inseto, mais escroto ou insignificante que seja, possui sua importância dentro da cadeia do ecossistema e que a sua ausência provocaria um verdadeiro desastre?
Os cientistas, biólogos são altamente capazes de explicar a função, a necessidade e praticamente o próprio ciclo que compreende todos eles.
Assim, podemos afirmar que nenhum ser vivo na face da terra, deixa de ter sua finalidade específica dentro dessa magnífica cadeia, até mesmo o mais desprezível dos insetos.
Agora eu pergunto:
— E você qual é sua finalidade, qual é a sua missão aqui nesse meio?
Ou você responde a essa pergunta, ou sua vida não tem sentido.

 Você já pensou nisso?

terça-feira, 20 de maio de 2014

A Escolha é Sua

— Você acredita que Deus é Perfeito?

— Você acredita que tudo que Deus faz é Perfeito?

Eu acredito sim, que todos responderão que que SIM!
Deus é simplesmente a perfeição máxima do Universo e assim, tudo o que Ele criou e ainda faz é completamente perfeito.
Quando não aceitamos alguma coisa ou alguma situação, esse fato deve-se única e exclusivamente por não entendermos o que Ele fez ou o que Ele está fazendo.
Mas, se por um breve momento, você parar um pouco e tentar entender, se você se abrir um pouco para essa compreensão, três coisas maravilhosas começarão acontecer: 

1 – Aquela revolta inicial, aquela tristeza tão comum em um momento desses começarão a diminuir.

2 – Uma paz e aceitação começarão a nascer em seu coração.

3 – Uma visão acompanhada do entendimento surgirá, intuindo-o a seguir o melhor caminho e assim, você conseguirá entender que aquilo, que há princípio era uma situação indesejada, era mesmo – extremamente – necessária para que você prosseguisse em seu processo de desenvolvimento.
Assim, a melhor e mais sábia atitude que podemos tomar em nossas vidas, é aceitar, mesmo sem entender, que Deus é Perfeito e que, tudo o que Ele faz está invariavelmente correto.

A Escolha é Sua.